terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Mudamos de casa!

Aos leitores e amigos do Ecoblog Moleco, queremos anunciar que mudamos a plataforma do Blog para o Wordpress.

Agora temos novo endereço: www.moleco.com.br/blog.

Anotem, gravem em seus favoritos e continuem acompanhando as novidades dos nossos cadernos ecológicos!

Na nova casa estamos fazendo alguns ajustes finais e as sugestões são bem vindas! Escrevam pra gente!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Dá para ter um Carnaval sustentável?

É claro que dá! Sabemos que o feriado de Carnaval oficialmente é só na terça-feira, mas como brasileiro que é brasileiro já começa a folia amanhã, sexta-feira, estamos adiantando o tema.

O Ecoblog Moleco reuniu algumas dicas para você não esquecer sua responsabilidade ecológica mesmo na Folia da maior festa do Brasil. Afinal, com o país inteiro cheio de turistas e os brasileiros curtindo os dias de folga passeando por aí, é preciso manter alguma ordem ecológica pelo bem do nosso país! Vamos às dicas:


1. Produza menos lixo
Para você ter uma idéia de como o carnaval produz lixo adicional ao usual, só na cidade de Salvador são recolhidas 1.500 toneladas a mais de lixo nos dias 6 dias de festas. Isto gera um alto custo extra de coleta para as prefeituras, pago com recursos públicos que poderiam ser investidos, por exemplo, para maior segurança no próximo carnaval.

2. Jogue o lixo no lixo
No carnaval, o lixo acumulado nas ruas entope os bueiros e aumenta o risco de enchentes. Nas estradas, os detritos jogados nos acostamentos agridem e colocam em risco o meio ambiente e os animais. Portanto, no carnaval, mais do que nunca, jogue o lixo exclusivamente no lixo.

3. Reutilize as fantasias
As fantasias de carnaval são usadas, em geral, apenas por um dia. Portanto, para evitar o desperdício, nada melhor do que reutilizá-las, trocá-las com amigos, reciclá-las.

4. Cuidado com os excessos
O consumo excessivo de bebidas é responsável pela maioria dos acidentes e pelos altos níveis de violência no carnaval. Não passe da conta neste carnaval, consuma bebidas e alimentos com moderação, protegendo a sua saúde e a integridade física de todos.

5. Seja um turista consciente
Se você for viajar no carnaval, procure minimizar os impactos ambientais de sua viagem, respeite os costumes dos lugares visitados, prestigie a cultura e a economia locais.

6. Gaste menos combustível
Prefira transportes com menor consumo de combustível fóssil, o principal responsável pelo aquecimento global. Entre o avião e o carro, prefira o carro. Entre o carro e o ônibus, fique com o último. E aproveite os dias livres para andar de bicicleta e a pé.

7. Tire os equipamentos da tomada
Antes de viajar, não se esqueça de tirar os aparelhos elétricos e eletrônicos da tomada, tais como TV, DVD, microondas e carregador de bateria. O modo “stand-by”, que fica acionado quando o aparelho está desligado, mas conectado à rede elétrica pela tomada, é responsável por até 25% da energia consumida por esses equipamentos.

8. Não desperdice água
O carnaval é a época em que muitas cidades, em especial as turísticas, enfrentam sérios problemas de abastecimento de água em função do aumento excessivo de consumo. Portanto, se você já é um consumidor consciente de água, redobre os cuidados no carnaval. Evite as brincadeiras que implicam em desperdício, tome banhos mais curtos, desligue o chuveiro na hora de se ensaboar.

9.Aproveite a cidade vazia
Se sua cidade não for destino de foliões, e se você não for viajar, aproveite a tranqüilidade e o tempo livre em atividades que não custam dinheiro e não consomem recursos naturais: caminhadas, visitas a parques, museus e centros culturais, maior convívio com a família.

10 . Divulgue o consumo consciente
Durante o carnaval, se você presenciar casos de desrespeito aos preceitos que orientam essas dicas do Akatu, não hesite em orientar as pessoas. Sempre que tiver oportunidade, divulgue os princípios do consumo consciente. Contribua para que o carnaval seja cada vez mais uma época de alegria e paz e não de violência e ameaça ao equilíbrio do planeta.

FONTE: O excelente site do Instituto Akatu!
Boa folia a todos! Sejam ecologicamente responsáveis! E aproveitem os dias de descanso para escrever pra gente contando sua maneira prática de utilizar o Moleco!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Atividades práticas com Molecos

Olá amigos e seguidores da Moleco!

Estamos muito felizes com os novos contatos que temos feito! Com o apoio da Manu (do Blog Manuelices) e de outros blogueiros e parceiros, conseguimos um aumento de seguidores exponencial! Por isso, estamos acelerando os projetos de mudanças do Blog e logo, logo o Ecoblog Moleco estará de cara nova! Aguardem!

Nosso post com entrevistas com os blogueiros deu tão certo que estamos pensando em fazer outra versão dele, para conhecer vocês um pouquinho mais! Dessa vez, queremos contato com os não-blogueiros também!

A ideia agora é a seguinte: qual a atividade prática que você realiza com seu Moleco? Se carrega ele no bolso ou na bolsa, é pra quê? Se leva para todo lugar que vai, qual o objetivo!?

Queremos conhecer um pouco mais das histórias de vocês!


É só escrever pra gente (blog@moleco.com.br) contando sua maneira prática de usar o Moleco. Mande uma foto também, queremos conhecê-lo! Vamos selecionar as melhores e mais criativas histórias para publicar aqui no Blog, coisas que a gente não imagina que são feitas com a ajuda de nossos cadernos ecológicos.

Estamos aguardando!!!


Update em 10/02/2010:


NOVIDADE!!!


Decidimos que as respostas mais criativas escolhidas ganharão um Moleco de presente! Já com o novo miolo (papel creme que já anunciamos aqui) e o porta-cartões ao final do caderno! O que você está esperando para escrever? O leitor que nos enviar um e-mail contando o uso prático mais criativo de seu Moleco ganhará um Moleco novinho para continuar com sua prática sustentável inovadora!


blog@moleco.com.br, escrevam pra gente!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Mídias Sociais para pensar sustentável

Se você acompanha o Ecoblog Moleco, há uma grande chance de ser usuário das redes sociais e passar boa parte do seu tempo conectado, buscando e fornecendo informações. É provável que saiba que esta semana está rolando em São Paulo e em outras cinco cidades no mundo (Toronto, São Francisco, Nova Iorque, Londres e Berlim) a Social Media Week.
Este evento, que começou ontem no Brasil e vai até sábado 06/01, é uma conferência anual que acontece simultaneamente nas cidades participantes. 2010 é seu segundo ano, e o primeiro que inclui o Brasil no debate.
O objetivo é identificar e fazer avançarem os usos de mídias sociais nos setores corporativos, públicos e não-lucrativos. E funciona assim: cada conferência é desenhada como um série de eventos organizada pela e para a comunidade local de negócios relacionados a mídias sociaisO tema desta edição é Mídias sociais e uma sociedade conectada: explorando o impacto na cultura, nas comunicações de negócios e na sociedade como um todo.
Mas por que estamos falando disso?
Vocês sabem que a Moleco é uma empresa que nasceu digital; sempre estivemos on-line e construímos fortes laços virtuais (e reais!) com nossos clientes, parceiros a amigos. Por isso, achamos super importante divulgar eventos e iniciativas que reflitam sobre a comunicação na era das mídias sociais e o impacto dessas novas formas de interação na sociedade.

Ontem uma das apresentações da SMW falou de um tema importante para a Moleco: Sustentabilidade.  No Twitter do evento, ficamos sabendo que Gil Giardelli afirmou que “somos todos agentes de mudança”. E é este recado que nós da Moleco gostaríamos também de passar a nossos seguidores, clientes, amigos e admiradores.

Fica então a dica deste evento bacana que pode nos ajudar a definir novos rumos da comunicação nas mídias sociais, sem esquecer dos princípios eco-sustentáveis que são nossa marca registrada!

Acompanhe o SMW em São Paulo:

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Que tal um Moleco na volta às aulas?

O calor continua, mas janeiro acabou. Mesmo com o Carnaval ainda este mês, fevereiro já marca o momento de voltar à vida normal e sair do clima de férias.

Para a volta às aulas, que tal um Moleco para substituir seus cadernos? Pode ser aula de idioma, da Faculdade, MBA...

Os modelos Max são uma ótima opção, têm o tamanho ideal para caber na bolsa e não são pequenos demais para as anotações em sala de aula. Sem contar que dá para ter um Moleco para cada disciplina e mesmo assim carregar pouco peso. 

Na loja virtual você ainda encontra o kit de Moleco Max + brinde do Moleco tradicional (que pode te acompanhar na bolsa mesmo fora da sala de aula).

Opinião...
Uma vez a equipe Moleco conversou sobre fazer Molecos pautados... Vocês gostariam da ideia? Deixem um comentário! Mandem suas sugestões também para o e-mail blog@moleco.com.br.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Os donos dos Molecos!

Nós sempre falamos sobre o quanto queremos conhecer nossos clientes, estejam eles no mundo virtual ou não. Fato é que é muito mais fácil ter contato com aqueles que estão sempre online, seja no Twitter, no Orkut ou aqui no Blog.

Para matar um pouco nossa curiosidade, conversamos com quatro blogueiros com quem temos mantido algum tipo de contato mais direto e que já deram espaço para os Molecos em seus blogs.

Com este post, iniciamos uma seção no Blog que vai se chamar “Os donos dos Molecos” e contamos com a sua ajuda para que ela seja um sucesso. Queremos conhecer você, saber como descobriu nossos cadernos ecológicos, como utiliza os Molecos, o que mais gosta e o que queria que fosse diferente.

Escreva sua história sobre sua relação com o Moleco para o e-mail blog@moleco.com.br e quem sabe não é você quem aparece aqui no próximo post?!

Vamos conhecer os donos dos Molecos de hoje!

Como ele mesmo se apresenta, é um Mineiro retirante” que vive em Brasília desde 1975. Apaixonado por desenho e animação, publica em seu Blog Bloco de Desenhos  ilustrações geniais e surpreendentes.

Diniz não lembra bem como conheceu os cadernos Moleco. Talvez em alguma lista de discussão da internet. Ou no Comoequetalá, grupo de publicidade de Brasília, ou no Ilustragrupo, lista de ilustradores brasileiros. Onde foi mesmo não importa tanto. A verdade é que Diniz ganhou um Moleco em um sorteio no Blog Rabiscão, encontro mensal de ilustradores de Brasília e foi por isso que descobrimos o trabalho dele.

Como o nome do blog do Diniz é *Caderno de Desenhos*, nas palavras dele, “nada mais natural do que postar os primeiros desenhos feitos nesse caderno em particular, além de contar como ele veio parar em minhas mãos”. Diniz registra em seu Moleco mais desenhos do que textos, “tanto viagens visuais quanto esboços de cenas capturadas do que acontece ao meu redor”.

Diniz não se acha um cara muito fiel às marcas: “Acredito mais na qualidade de um produto, em como ele resolve uma necessidade do usuário. Se, além disso, ainda for bonito, eu compro”. E, para ele, o que mais chama a atenção nos Molecos é o tamanho - “cabe no bolso” - e a gramatura do papel – “resistente o suficiente para não se romper com a tinta ou com a caneta”.

O que Diniz mudaria nos Molecos? “O único reparo que faço é quanto ao acabamento da lombada colada. O caderno não abre totalmente sem um pouco de esforço para mantê-lo aberto, o que faz alguma diferença na hora de desenhar em página dupla”. Sugestão anotada, Diniz!

Quando perguntado sobre o que faria se pudesse comandar a empresa Moleco por um dia, Diniz titubeou: “Boa pergunta. Não faço a menor idéia (risos)! Meu tino para negócios é, infelizmente, próximo de zero”. Não tem problema, a gente aceita suas sugestões também!

_____________________

Nossa segunda blogueira dona de um Moleco é a Manu Demonti, do Blog Manuelices. Manu conheceu os cadernos ecológicos em suas andanças pela net... Ela já era fã dos cadernos de bolso por serem práticos e estarem sempre à mão.

Resolveu dar espaço para o Moleco em seu blog devido à proposta bacana da empresa, e pela maneira diferente e consciente de fazer cadernos: “Na Moleco tudo se recicla, num verdadeiro exercício de criatividade”. Manu carrega seu Moleco no bolso ou na bolsa: “é ótimo pra lembrar que lutar por um mundo mais limpo é uma tarefa que tem acontecer todos os dias!”.

Ela adora interagir com as marcas que gosta: “É uma maneira legal de entender a dinâmica da empresa, dar sugestões, criar um vínculo de amizade... Tudo o que se soma de bom é sempre válido!”. Para ela, o que mais se destaca nos Molecos é a responsabilidade ecológica e a crença em uma geração de consumidores conscientes. “Farei sempre o que estiver ao meu alcance para plantar na cabeça e no coração das pessoas mudanças de atitude em prol do meio ambiente, do nosso ambiente. De pouco em pouco, se ganha muito! O consumo, a meu ver, é uma questão muito importante. Consumir com consciência...Sempre!” As palavras da Manu dizem tudo.

Ela também é fã  da personalização dos Molecos e disse que não gostaria que nada fosse diferente no que diz respeito à proposta sócioambiental da empresa. “É só dar continuidade ao trabalho maravilhoso e o sucesso virá...cada dia mais e mais!” .

Se a Manu um dia estivesse no lugar do nosso diretor Carlos Tannure e pudesse comandar a empresa Moleco por um dia, ela faria um projeto de divulgação dos cadernos nas escolas. “É importante incentivar e alertar as crianças desde a formação escolar para a responsabilidade sócioambiental. Adquirir essa consciência desde cedo e demonstrar a possibilidade das crianças terem em suas mãos produtos que demonstram como é simples preservar o meio ambiente utilizando materiais impressos em papel reciclado”.

Sugestão mais do que anotada, Manu! Gostamos tanto da ideia que estamos pensando em uma forma de viabilizar isso! Obrigada, Flor! (além de ser uma consumidora consciente, Manu também é uma fofa, e enquanto trocou e-mails com a Equipe Moleco nos encheu de doçura chamando-nos carinhosamente de “Flor!”).

__________________________

Nosso terceiro dono de Moleco é também um artista, o desenhista Marco ByM. Marco escolheu a palavra “Molecagens” para registrar suas ilustrações de artista nos cadernos ecológicos.

Marco contou pra gente que sempre andou com um caderno de esboços, “mas o problema era ter que abrir a bolsa, tirar o caderno e esboçar uma ideia. Imagina fazer isso no meio da rua?”. Em busca de praticidade para dar vazão à sua criatividade, Marco fez uma pesquisa e um post no blog falando sobre opções de cadernos de bolso.

Depois disso, Marco descobriu no Blog Dois Espressos o Projeto Molecos Viajantes

Marco se inspirou no SkineArt, um site onde as pessoas postam os seus trabalhos feitos em outros cadernos de bolso, e desenvolveu as Molecagens, com “ideias e esboços aleatórios que volta e meia posto no blog”. Geralmente, Marco registra nos Molecos seus esboços e desenhos. “Depende um pouco da inspiração e do tempo livre. As vezes posso postar três molecagens numa semana e noutra nenhuma. Não tenho uma frequência fixa”.

Ele acha que é suspeito para falar dos Molecos, pois gosta de tudo. Disse que volta e meia sugeria pelo Twitter e pelo orkut uma versão maior do Moleco (que acabou sendo o Moleco Max). Ponto para ele e para nós!

Se pudesse comandar a Moleco por um dia, Marco faria um concurso para as pessoas mandarem suas sugestões de capas para uma coleção de Molecos feitas pelos fãs e votadas pelos fãs. Adoramos, Marco! Também está anotado!

______________________________


Last, but not least, vamos apresentar nossa parceira blogueira Milene Bordini. Já falamos dela aqui, devido à promoção do Recortes da Moda.

Milene conheceu os cadernos Moleco em um passeio virtual. “Comecei o meu contato através do site perguntando onde eu os encontrava à venda em Porto Alegre, pois queria comprar um para mim. A partir da resposta perguntei se poderia fazer um post sobre os Moleco no Recortes da Moda. E começamos uma ótima parceria!”.

Milene costuma usar o Moleco para anotar os posts que precisa colocar no ar no seu blog. “Sempre que recebo um e-mail com material anoto no meu Moleco, juntamente com o contato, para, se necessário, solicitar maiores informações e/ou imagens. Ou seja, estou sempre com ele do meu lado!”. Ela acredita que todo mundo precisa de um companheiro para  colocar seus desenhos, rascunhos e anotações. Quando descobriu uma opção ótima e ecológica, ela se perguntou: "Por que não dividir essa descoberta com os leitores?".

Milene costuma se relacionar com suas marcas preferidas e está sempre em busca de novidades. Ela acha que os Molecos são perfeitos para o uso no dia-a-dia. “Posso estar sempre com ele à mão, no bolso ou na bolsa, e usá-lo para registrar as minha ideias. E não apenas ideias escritas, mas também desenhos, esboços, croquis. Os Moleco são super democráticos, pois servem para todo o tipo de anotações. E todas as versões de capas são muito bonitas”.

Se pudesse fazer algo diferente, Milene queria um Moleco personalizado do Recortes da Moda. "E agendas para dar de presente aos leitores!" Milene, pode ficar tranqüila que os personalizados podem ser feitos, é só entrar em contato conosco! E as agendas logo, logo estarão a venda!

“Acredito que a empresa Moleco está sendo muito bem administrada pelo meu parceiro Carlos Tannure. Cada vez mais as pessoas estão preocupadas com a questão do consumo consciente. E essa preocupação deve ser levada em consideração em todos os segmentos”

___________________________

E então, gostaram de conhecer alguns de nossos clientes e blogueiros? Para nós foi uma experiência muito bacana receber as respostas e ver o quanto cada um de vocês pode mandar uma contribuição para melhorar os Molecos! Não fiquem tímidos, escrevam para nós também!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Consumo consciente da água

O tema do post de hoje foi uma sugestão do diretor da Moleco, Carlos Tannure. Sempre preocupado com as questões ambientais, Carlos conversava com a Equipe Moleco Digital sobre (palavras dele) "o uso consciente da água e da energia neste momento que se fala nisso por todos os lados".

Ele nos explicou que, especialmente para a obtenção do papel, há um consumo expressivo destes dois itens no processo de tratamento da madeira para produção da celulose e em seguida o papel virgem.

A boa notícia é que esta é uma das maiores vantagens do consumo de papel reciclado, uma vez que não precisamos da celulose, só das “aparas”, fardos de papel já utilizado. Além de não derrubar árvores, ainda aproveitamos grande parte dos insumos empregados na fabricação anterior, como cola, alvejantes e outros mais.

Especialmente durante o verão e nos períodos de fortes chuvas, o uso consciente da água e da energia elétrica pode evitar a escassez dos mesmos, especialmente da água potável. O desperdício desses recursos pode ser contido principalmente a partir de ações individuais conscientes, que mais tarde irão se refletir em mudanças de atitude de grupos inteiros, inclusive empresas e indústrias de grande porte.

O Instituto Akatu é uma instituição que constantemente chama os cidadãos a assumirem uma postura responsável inclusive em relação à redução da incidência de alagamentos e enchentes, e os consequentes danos causados pelas chuvas. Descartar os produtos que consome da maneira correta já é um excelente primeiro passo: não jogue o lixo nas ruas, em terrenos baldios ou em bueiros. Também não se deve jogar sedimentos, troncos e móveis em rios, pois impedem o curso da água e provocam transbordamentos.

No site do Instituto Akatu ainda encontramos estes dados:

O Instituto Akatu lembra que, quando o consumidor planeja suas compras, reutiliza alimentos e produtos, e separa o lixo reciclável do comum, enviando-o para uma coleta seletiva, também está contribuindo para reduzir o problema. Todos os dias são descartadas mais de um milhão de quilos de lixo no Brasil, o suficiente para “pavimentar” uma estrada de 500 quilômetros, com duas pistas, e 11 centímetros de lixo. Mas, qualquer que seja o volume de lixo produzido diariamente pelo consumidor, se depositado em local incorreto, pode provocar enchentes e alagamentos.
Clicando aqui você pode ter acesso a uma cartilha lançada pela Sabesp - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo -, em parceria com a Fecomercio – Federação do Comércio do Estado de São Paulo.


A cartilha reúne informações sobre economia e consumo consciente da água, assim como dicas de uso racional deste recurso. As informações são voltadas principalmente para o uso da água no comércio, mas muitas podem ser facilmente adaptadas para sua casa ou seu ambiente de trabalho.

Para saber mais, visite também a página Especial Água, do Planeta Sustentável, e o portal do Instituto Akatu, que serviram de fonte para algumas informações que publicamos aqui.