sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Os donos dos Molecos!

Nós sempre falamos sobre o quanto queremos conhecer nossos clientes, estejam eles no mundo virtual ou não. Fato é que é muito mais fácil ter contato com aqueles que estão sempre online, seja no Twitter, no Orkut ou aqui no Blog.

Para matar um pouco nossa curiosidade, conversamos com quatro blogueiros com quem temos mantido algum tipo de contato mais direto e que já deram espaço para os Molecos em seus blogs.

Com este post, iniciamos uma seção no Blog que vai se chamar “Os donos dos Molecos” e contamos com a sua ajuda para que ela seja um sucesso. Queremos conhecer você, saber como descobriu nossos cadernos ecológicos, como utiliza os Molecos, o que mais gosta e o que queria que fosse diferente.

Escreva sua história sobre sua relação com o Moleco para o e-mail blog@moleco.com.br e quem sabe não é você quem aparece aqui no próximo post?!

Vamos conhecer os donos dos Molecos de hoje!

Como ele mesmo se apresenta, é um Mineiro retirante” que vive em Brasília desde 1975. Apaixonado por desenho e animação, publica em seu Blog Bloco de Desenhos  ilustrações geniais e surpreendentes.

Diniz não lembra bem como conheceu os cadernos Moleco. Talvez em alguma lista de discussão da internet. Ou no Comoequetalá, grupo de publicidade de Brasília, ou no Ilustragrupo, lista de ilustradores brasileiros. Onde foi mesmo não importa tanto. A verdade é que Diniz ganhou um Moleco em um sorteio no Blog Rabiscão, encontro mensal de ilustradores de Brasília e foi por isso que descobrimos o trabalho dele.

Como o nome do blog do Diniz é *Caderno de Desenhos*, nas palavras dele, “nada mais natural do que postar os primeiros desenhos feitos nesse caderno em particular, além de contar como ele veio parar em minhas mãos”. Diniz registra em seu Moleco mais desenhos do que textos, “tanto viagens visuais quanto esboços de cenas capturadas do que acontece ao meu redor”.

Diniz não se acha um cara muito fiel às marcas: “Acredito mais na qualidade de um produto, em como ele resolve uma necessidade do usuário. Se, além disso, ainda for bonito, eu compro”. E, para ele, o que mais chama a atenção nos Molecos é o tamanho - “cabe no bolso” - e a gramatura do papel – “resistente o suficiente para não se romper com a tinta ou com a caneta”.

O que Diniz mudaria nos Molecos? “O único reparo que faço é quanto ao acabamento da lombada colada. O caderno não abre totalmente sem um pouco de esforço para mantê-lo aberto, o que faz alguma diferença na hora de desenhar em página dupla”. Sugestão anotada, Diniz!

Quando perguntado sobre o que faria se pudesse comandar a empresa Moleco por um dia, Diniz titubeou: “Boa pergunta. Não faço a menor idéia (risos)! Meu tino para negócios é, infelizmente, próximo de zero”. Não tem problema, a gente aceita suas sugestões também!

_____________________

Nossa segunda blogueira dona de um Moleco é a Manu Demonti, do Blog Manuelices. Manu conheceu os cadernos ecológicos em suas andanças pela net... Ela já era fã dos cadernos de bolso por serem práticos e estarem sempre à mão.

Resolveu dar espaço para o Moleco em seu blog devido à proposta bacana da empresa, e pela maneira diferente e consciente de fazer cadernos: “Na Moleco tudo se recicla, num verdadeiro exercício de criatividade”. Manu carrega seu Moleco no bolso ou na bolsa: “é ótimo pra lembrar que lutar por um mundo mais limpo é uma tarefa que tem acontecer todos os dias!”.

Ela adora interagir com as marcas que gosta: “É uma maneira legal de entender a dinâmica da empresa, dar sugestões, criar um vínculo de amizade... Tudo o que se soma de bom é sempre válido!”. Para ela, o que mais se destaca nos Molecos é a responsabilidade ecológica e a crença em uma geração de consumidores conscientes. “Farei sempre o que estiver ao meu alcance para plantar na cabeça e no coração das pessoas mudanças de atitude em prol do meio ambiente, do nosso ambiente. De pouco em pouco, se ganha muito! O consumo, a meu ver, é uma questão muito importante. Consumir com consciência...Sempre!” As palavras da Manu dizem tudo.

Ela também é fã  da personalização dos Molecos e disse que não gostaria que nada fosse diferente no que diz respeito à proposta sócioambiental da empresa. “É só dar continuidade ao trabalho maravilhoso e o sucesso virá...cada dia mais e mais!” .

Se a Manu um dia estivesse no lugar do nosso diretor Carlos Tannure e pudesse comandar a empresa Moleco por um dia, ela faria um projeto de divulgação dos cadernos nas escolas. “É importante incentivar e alertar as crianças desde a formação escolar para a responsabilidade sócioambiental. Adquirir essa consciência desde cedo e demonstrar a possibilidade das crianças terem em suas mãos produtos que demonstram como é simples preservar o meio ambiente utilizando materiais impressos em papel reciclado”.

Sugestão mais do que anotada, Manu! Gostamos tanto da ideia que estamos pensando em uma forma de viabilizar isso! Obrigada, Flor! (além de ser uma consumidora consciente, Manu também é uma fofa, e enquanto trocou e-mails com a Equipe Moleco nos encheu de doçura chamando-nos carinhosamente de “Flor!”).

__________________________

Nosso terceiro dono de Moleco é também um artista, o desenhista Marco ByM. Marco escolheu a palavra “Molecagens” para registrar suas ilustrações de artista nos cadernos ecológicos.

Marco contou pra gente que sempre andou com um caderno de esboços, “mas o problema era ter que abrir a bolsa, tirar o caderno e esboçar uma ideia. Imagina fazer isso no meio da rua?”. Em busca de praticidade para dar vazão à sua criatividade, Marco fez uma pesquisa e um post no blog falando sobre opções de cadernos de bolso.

Depois disso, Marco descobriu no Blog Dois Espressos o Projeto Molecos Viajantes

Marco se inspirou no SkineArt, um site onde as pessoas postam os seus trabalhos feitos em outros cadernos de bolso, e desenvolveu as Molecagens, com “ideias e esboços aleatórios que volta e meia posto no blog”. Geralmente, Marco registra nos Molecos seus esboços e desenhos. “Depende um pouco da inspiração e do tempo livre. As vezes posso postar três molecagens numa semana e noutra nenhuma. Não tenho uma frequência fixa”.

Ele acha que é suspeito para falar dos Molecos, pois gosta de tudo. Disse que volta e meia sugeria pelo Twitter e pelo orkut uma versão maior do Moleco (que acabou sendo o Moleco Max). Ponto para ele e para nós!

Se pudesse comandar a Moleco por um dia, Marco faria um concurso para as pessoas mandarem suas sugestões de capas para uma coleção de Molecos feitas pelos fãs e votadas pelos fãs. Adoramos, Marco! Também está anotado!

______________________________


Last, but not least, vamos apresentar nossa parceira blogueira Milene Bordini. Já falamos dela aqui, devido à promoção do Recortes da Moda.

Milene conheceu os cadernos Moleco em um passeio virtual. “Comecei o meu contato através do site perguntando onde eu os encontrava à venda em Porto Alegre, pois queria comprar um para mim. A partir da resposta perguntei se poderia fazer um post sobre os Moleco no Recortes da Moda. E começamos uma ótima parceria!”.

Milene costuma usar o Moleco para anotar os posts que precisa colocar no ar no seu blog. “Sempre que recebo um e-mail com material anoto no meu Moleco, juntamente com o contato, para, se necessário, solicitar maiores informações e/ou imagens. Ou seja, estou sempre com ele do meu lado!”. Ela acredita que todo mundo precisa de um companheiro para  colocar seus desenhos, rascunhos e anotações. Quando descobriu uma opção ótima e ecológica, ela se perguntou: "Por que não dividir essa descoberta com os leitores?".

Milene costuma se relacionar com suas marcas preferidas e está sempre em busca de novidades. Ela acha que os Molecos são perfeitos para o uso no dia-a-dia. “Posso estar sempre com ele à mão, no bolso ou na bolsa, e usá-lo para registrar as minha ideias. E não apenas ideias escritas, mas também desenhos, esboços, croquis. Os Moleco são super democráticos, pois servem para todo o tipo de anotações. E todas as versões de capas são muito bonitas”.

Se pudesse fazer algo diferente, Milene queria um Moleco personalizado do Recortes da Moda. "E agendas para dar de presente aos leitores!" Milene, pode ficar tranqüila que os personalizados podem ser feitos, é só entrar em contato conosco! E as agendas logo, logo estarão a venda!

“Acredito que a empresa Moleco está sendo muito bem administrada pelo meu parceiro Carlos Tannure. Cada vez mais as pessoas estão preocupadas com a questão do consumo consciente. E essa preocupação deve ser levada em consideração em todos os segmentos”

___________________________

E então, gostaram de conhecer alguns de nossos clientes e blogueiros? Para nós foi uma experiência muito bacana receber as respostas e ver o quanto cada um de vocês pode mandar uma contribuição para melhorar os Molecos! Não fiquem tímidos, escrevam para nós também!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Consumo consciente da água

O tema do post de hoje foi uma sugestão do diretor da Moleco, Carlos Tannure. Sempre preocupado com as questões ambientais, Carlos conversava com a Equipe Moleco Digital sobre (palavras dele) "o uso consciente da água e da energia neste momento que se fala nisso por todos os lados".

Ele nos explicou que, especialmente para a obtenção do papel, há um consumo expressivo destes dois itens no processo de tratamento da madeira para produção da celulose e em seguida o papel virgem.

A boa notícia é que esta é uma das maiores vantagens do consumo de papel reciclado, uma vez que não precisamos da celulose, só das “aparas”, fardos de papel já utilizado. Além de não derrubar árvores, ainda aproveitamos grande parte dos insumos empregados na fabricação anterior, como cola, alvejantes e outros mais.

Especialmente durante o verão e nos períodos de fortes chuvas, o uso consciente da água e da energia elétrica pode evitar a escassez dos mesmos, especialmente da água potável. O desperdício desses recursos pode ser contido principalmente a partir de ações individuais conscientes, que mais tarde irão se refletir em mudanças de atitude de grupos inteiros, inclusive empresas e indústrias de grande porte.

O Instituto Akatu é uma instituição que constantemente chama os cidadãos a assumirem uma postura responsável inclusive em relação à redução da incidência de alagamentos e enchentes, e os consequentes danos causados pelas chuvas. Descartar os produtos que consome da maneira correta já é um excelente primeiro passo: não jogue o lixo nas ruas, em terrenos baldios ou em bueiros. Também não se deve jogar sedimentos, troncos e móveis em rios, pois impedem o curso da água e provocam transbordamentos.

No site do Instituto Akatu ainda encontramos estes dados:

O Instituto Akatu lembra que, quando o consumidor planeja suas compras, reutiliza alimentos e produtos, e separa o lixo reciclável do comum, enviando-o para uma coleta seletiva, também está contribuindo para reduzir o problema. Todos os dias são descartadas mais de um milhão de quilos de lixo no Brasil, o suficiente para “pavimentar” uma estrada de 500 quilômetros, com duas pistas, e 11 centímetros de lixo. Mas, qualquer que seja o volume de lixo produzido diariamente pelo consumidor, se depositado em local incorreto, pode provocar enchentes e alagamentos.
Clicando aqui você pode ter acesso a uma cartilha lançada pela Sabesp - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo -, em parceria com a Fecomercio – Federação do Comércio do Estado de São Paulo.


A cartilha reúne informações sobre economia e consumo consciente da água, assim como dicas de uso racional deste recurso. As informações são voltadas principalmente para o uso da água no comércio, mas muitas podem ser facilmente adaptadas para sua casa ou seu ambiente de trabalho.

Para saber mais, visite também a página Especial Água, do Planeta Sustentável, e o portal do Instituto Akatu, que serviram de fonte para algumas informações que publicamos aqui.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

A máxima dos três Rs


A reciclagem é uma solução inteligente e sustentável para o lixo, mas antes dela existem outras opções de reaproveitamento dos materiais, especialmente do papel. A regra dos três Rs (reduzir, reutilizar e reciclar) vale como um ciclo de uso dos produtos e materiais recicláveis e deve ser observada no nosso dia-a-dia.

Reduzir: 

“O melhor resíduo que existe é o que não foi gerado”.

Esta frase, tirada do portal da Recicloteca, traduz bem o espírito do Reduzir. É impossível viver sem produzir restos, mas diminuir o volume deles é tarefa necessária, que depende mais de organização e boa vontade do que de tecnologia.

Devemos repensar a relação que temos com as coisas. O que realmente precisamos? O que realmente utilizamos? Posso começar a viver sem isso? Vai me fazer muita falta ou nenhuma? Avaliar estas questões antes da compra e durante a utilização dos bens materiais já é um passo importante no consumo consciente. 

No caso do papel, reduzir seu uso no nosso dia-a-dia é bem mais simples do que pensamos: imprimir apenas o que é estritamente necessário, e tentar sempre aproveitar frente e verso das folha já é uma atitude inicial bacana.

Reaproveitar:

Olhar com outros olhos para o lixo e pensar: no que isso pode se transformar? Será que isso é mesmo lixo ou eu poderia usá-lo para outro fim? Refletir sobre o que você julga ser lixo pode levá-lo a descobrir que lixo, lixo mesmo, inutilizável, é uma parte pequena do que passa nas nossas mãos. É lógico que não podemos fazer das nossas casas depósitos de materiais a serem reaproveitados. Mas ao reduzir, e depois reaproveitar, o consumo vai ficando cada vez mais consciente, e inteligente. 

O portal da Recicloteca lembra que a troca de objetos é uma maneira interessante de praticar o reaproveitamento: o que não serve para você pode servir para um amigo ou conhecido. Nada que um pouco de criatividade não ajude a transformar!

Reciclar:

É o tema do qual mais falamos. Reciclar é transformar; transformar em algo novo que recomeça o ciclo de consumo consciente. Todos os papéis da Moleco são reciclados, e os materiais extras (elásticos, por exemplo) são também recicláveis.

A diferença entre o reaproveitamento e a reciclagem é que esta última depende de uma transformação química ou física. Já o reaproveitamento não altera a matéria de maneira tão profunda.

Clicando aqui, você pode ler mais sobre os 3Rs no portal da Recicloteca. No portal do Instituto Akatu também há um breve artigo que fala sobre isso. Clique aqui

E para o reaproveitamento, descolamos uma dica bacana: como fazer seu próprio bloco de anotações em casa, reutilizando caixas de cereal, por exemplo!



O passo-a-passo está aqui no Blog Mondocubano, e achamos tudo muito bem explicado e bem feito (mas se você não tiver tempo para uma tarefa tão minuciosa, já sabe que pode encontrar seu caderno ecológico de bolso aqui!)

Se tiverem dicas de reutilização, mandem pra gente para o e-mail blog@moleco.com.br!

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Promoção no Recortes da Moda


A blogueira e parceira Milene Bordini está comemorando um ano do seu Blog Recortes da Moda com uma promoção que vai dar Molecos de presente!

Milene vai sortear 20 kits com 5 Molecos cada! Para concorrer, visite o post da promoção até o dia 31 de janeiro e fique na torcida! Pode ser você o sorteado para levar um kit de Molecos novinhos para casa!


Mas atenção: para ganhar os kits é preciso morar em Porto Alegre e seguir o Recortes da Moda.

Milene Bordini é publicitária, psicóloga, especialista em moda e consultora de imagem e comportamento.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Manual de Etiqueta Sustentável

O portal Planeta Sustentável é uma fonte inesgotável de dicas e informações sobre sustentabilidade. Vale a pena passar por lá de vez em quando e ver qual a novidade da vez, ou mesmo reler textos mais antigos com novos olhos.


A dica de hoje aqui no Ecoblog Moleco é o Manual de Etiqueta Sustentável, que reúne "120 ideias para enfrentar o aquecimento global e os desafios da atualidade".


Ao se cadastrar no site, você tem acesso a um "Espaço do leitor" onde pode verificar seu desempenho ecológico e avaliar suas médias de esforço e impacto ao planeta. Em cada um dos itens (Água, Energia Elétrica, Cidadania, Consumo e Reciclagem) você encontra 15 ou mais dicas e avalia como está seu desempenho naquele quesito.


Uma ótima maneira de começar a ver o mundo com olhos mais sustentáveis!

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Casinha na Árvore

No último post falamos sobre práticas sustentáveis e reciclagem no verão. Hoje vamos apresentar um projeto que não só apóia essas atitudes como também promove a educação ambiental, através do desenvolvimento de ilustrações, histórias e criações lúdicas.


O projeto Casinha na Árvore é um estúdio de criação, mas cujo trabalho vai muito além do design e da arte. A equipe da Casinha, formada por Marcela Stump e Diego Sanchez, utiliza as mais diversas formas de comunicação para passar um recado a favor do meio-ambiente, espalhando mensagens de conscientização e sustentabilidade. Uma ótima sacada de um estúdio voltado para a comunicação criativa de projetos sustentáveis para crianças.


O site é super colorido e interativo, e em cada página existem dicas e ensinamentos sobre como colaborar com o planeta, seja pela reciclagem e reutilização de objetos (como a Oficina Convés), projetos sustentáveis diversos (produtos infantis ecológicos, mascotes ambientais, jogos e brinquedos...), economia de energia e muito mais.


Para saber mais sobre o Casinha na Árvore você também pode acompanhar o Blog.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Recicle-se no verão!



Que tal aproveitar a estação do calor para atitudes pró-reciclagem?


Todo dia é dia de se preocupar com a seleção de lixo, mas no verão, especialmente quando saímos de férias, acabamos nos esquecendo desses pequenos cuidados. É importante lembrar que as chuvas, muito comuns nesta época do ano, causam alagamentos que poderiam ser evitados se os bueiros e as redes pluviais não estivesse entupidos com tanto lixo que é indevidamente despejado em lixões ou na própria natureza.


Ao separar o seu lixo você colabora para que o processo de reciclagem seja realizado, evitando o desperdício de materiais que podem vir a ser reaproveitados para a fabricação de novos produtos e diminuindo os gastos com matéria-prima virgem. Essa sequência de fatores colabora para a sobrevivência do meio-ambiente.


O site Planeta Sustentável tem um interessante Manual da Reciclagem que vamos reproduzir aqui em partes. As dicas são úteis e podem ser colocadas em prática agora mesmo:



VALE A PENA FAZER

  • Separar o lixo seco de todos os restos orgânicos: um copo sujo de cafezinho pode inutilizar quilos de papel limpo- e reciclável.
  • Lavar as embalagens para retirar os resíduos dos alimentos e dos produtos de higiene e limpeza.

NÃO VALE A PENA FAZER

  • Amassar latas e garrafas PET ou desmontar as embalagens longa-vida. São medidas que não encurtam em nada o processo de reciclagem.
  • Separar o lixo seco por tipo de material. As empresas e cooperativas farão uma nova triagem, estando o lixo organizado ou não.



Leia também o texto Comece a reciclar, que apresenta dados sobre a reciclagem no Brasil. 


Agora é só arregaçar as mangas e começar a colaborar para que nossas praias, ruas e praças fiquem cada vez mais limpas e para que a natureza seja menos prejudicada pelos nossos detritos de consumo.


terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Na correria do dia, um Moleco no bolso pode fazer diferença!

Olá leitores do Blog Moleco!

Como foi a passagem de ano de vocês?! Muita esperança, sonhos e desejos de um ano bom? É assim que a Equipe Moleco está começando 2010, queremos saber de vocês!

Já falamos aqui sobre como nós da Moleco ficamos curiosos para saber sobre o que as pessoas escrevem rabiscam ou desenham em seus cadernos ecológicos. Há alguns dias no Twitter @Moleco trocamos mensagens com a @claudiagiane mais ou menos sobre isso. Ela disse que anda sempre com o Moleco na bolsa e anota TUDO! Mas o que seria esse tudo?!

Já lemos em Blogs sobre pessoas que escrevem nos seus Molecos as listas de filmes que assistiram durante o ano, por exemplo... E sabemos que tem gente que anotou neste fim de ano as resoluções para 2010. No caso da @claudiagiane, como ela é jornalista, imaginamos que esteja o tempo inteiro anotando informações. Jornalistas, de modo geral, adoram um bloquinho! Mas um Moleco é melhor do que qualquer bloquinho, não é mesmo?

Ficamos pensando em outras situações de uso dos Molecos: lista de compras, anotações de gastos do mês ou de uma viagem, lista de livros que você quer ler ou já leu... Dá para usar como agenda também. Mas com certeza tem gente que faz um uso mais criativo do Moleco,  faz ilustrações lindíssimas ou poesias. 

Queremos a sua ajuda para este post: escreva pra gente ou comente aqui no Blog contando uma situação inusitada, diferente ou criativa em que você usou o Moleco! Alguma vez ter um Moleco na bolsa já fez diferença no seu dia-a-dia corrido?